Notícias

Justiça Eleitoral do Paraguai reconhece Franco como presidente

quarta-feira, 03 de outubro de 2012
Postado por Gabriela Rollemberg Advocacia

Justiça Eleitoral do Paraguai reconhece Franco como presidente

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira (25/6), o Tribunal Superior de Justiça Eleitoral do Paraguai reconheceu Federico Franco como legítimo presidente do país e destacou que o ex-presidente Fernando Lugo “aceitou publicamente submeter-se ao julgamento político” que resultou na sua destituição. A corte descartou também a possibilidade de antecipar as eleições presidenciais, previstas para abril do ano que vem.

Além de enfrentar pressões externas, Franco — eleito vice-presidente de Lugo em 2008 — tem o desafio de articular as alianças políticas em ano eleitoral. No dia 9 de dezembro, os partidos terão eleições internas para definir seus candidatos à presidência do Paraguai.

“Por trás desta crise, que levou à destituição de Lugo e sua substituição por Franco, está a disputa pelos recursos para financiar a campanha”, afirmou à Agência Brasil o analista político Euclides Azevedo.

Franco pertence à Frente Liberal Radical Autêntica, a segunda força política no Paraguai, depois do Partido Colorado. “Fora do poder, Lugo terá muita dificuldade em eleger um candidato”, disse Azevedo. Com informações da Agência Brasil.

 

Fonte Consultor Jurídico – Conjur - www.conjur.com.br
Autor Rodrigo Haidar é editor da revista Consultor Jurídico em Brasília
Data 25/06/2012
Foto Pablo Porciúncula/AFP
Legenda O novo presidente paraguaio Federico Franco toma posse no Congresso
Categoria(s): 

#GRAinforma

Notícias relacionados

qua, 30 de maio de 2018

Carf reconhece venda de participação societária para planejamento tributário

Por Fernanda Valente Se uma negociação de participação societária foi feita seguindo o trâmite legal, sem indícios de simulação, o planejamento […]
Ler mais...
sex, 06 de setembro de 2019

TSE suspende cotas do Fundo Partidário do PCB por contas não prestadas em 2014

Fonte: TSE O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) considerou, na sessão desta quinta-feira (5), como não prestadas as contas do Diretório […]
Ler mais...
qua, 16 de março de 2016

Sustentação oral no TRE/SP não precisa mais ser notificada com antecedência

Os advogados que forem atuar no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo não precisam mais manifestar com três dias de antecedência […]
Ler mais...
ter, 28 de agosto de 2018

É ilegal a cobrança de selos de controle do IPI instituída por decreto-lei

É ilegal a cobrança pela confecção e fornecimento de selos de controle de Impostos sobre Produtos Industrializados (IPI) determinada pelo […]
Ler mais...
cross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram